Earth Room

Localizado em um loft na 141 Wooster Street, em um dos bairros mais movimentados de Manhattan, "The Earth Room" do artista Walter De Maria existe desde os anos 1980. Esta é uma instalação interna que consiste em 250 jardas cúbicas de terra, medindo 22 polegadas de profundidade. Um espaço de 3.600 pés quadrados preenchido com nada além de terra escura. Ao entrar na sala, você é imediatamente saudado por um cheiro forte de solo e umidade densa no ar.

A sala é silenciosa enquanto as luzes brilhantes da cidade de Nova York entram pelas grandes janelas, revelando um novo território, totalmente diferente do exterior. O "Earth Room” de De Maria oferece uma maneira incomum de pensar sobre os territórios que habitamos. Em um momento nos encontramos no meio do caos de Manhattan, no minuto seguinte tudo fica quieto, aconchegante e simples. É uma manipulação direta de um território imediato: trazer o ambiente para as artes, em vez de trazer a arte para o ambiente. Seu trabalho é uma transformação drástica de um território específico, levando-nos a considerar os espaços que ocupamos.

Imagens: instalação da primeira Sala Terra, 1968 via artblogcologne.com